23 de mai de 2008

OAB abre as portas pela liberdade de expressão

ctrl+c do Marcha da Maconha



do portal da OAB

Rio de Janeiro, 13/05/2008
Representantes de entidades da sociedade civil se reuniram, na sede da Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-) do Rio de Janeiro, para defender a liberdade de expressão. Eles protestaram contra a proibição da marcha pela legalização da maconha, cancelada no último no dia 4. Um dos presentes, o procurador regional da República e professor da Uerj Daniel Sarmento, sugeriu a abertura de Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) para que o Supremo Tribunal Federal declare inválida a interpretação, usada pela Justiça para barrar a marcha, de que os manifestantes fariam apologia do uso de drogas: A Adin vai dizer que essa interpretação é inconstitucional, porque viola a liberdade de expressão. Se o Supremo concordar, nenhum juiz poderá proibir passeatas que defendam a legalização do uso da maconha. (...)

contextualizando: apesar de compreender a diferença entre poder legislativo, judiciário e executivo, nós aqui do filipeta acreditamos que a justiça será feita.


Fonte das fotos: Folha de São Paulo e AE.

p.s. justiça e cultura!



quem resistiria a linkar essa pérola da cultura canábica?

Nenhum comentário: