30 de mar de 2009

pela marcha... YES, WE CAN - jecabit.blogspot.com

se liga, secretário - http://www.bodega.blog.br/


Dia desses, o secretário de segurança do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, disse o que muita gente diz.

Foi pra a imprensa e falou que a ‘culpa’ do bangue-bangue carioca é dos usuários de droga, que financiam o crime e tal e tal.

Conheço gente que diz isso. E têm o direito de dizer isso porque é isso o que realmente acham.

Mas eu, que também tenho direito de dizer o que quero, não acho.

Eu acho que a violência advinda do mercado das drogas é consequencia direta de sua proibição.

Também acho que o país (e o mundo) ganharia muito mais se a dependência química produzida por algumas delas fosse tratada como um questão de saúde, não de polícia.

E que o tanto de recurso que é utilizado pelo aparelho coercitivo do estado no ‘combate às drogas’ (equipamentos, salários de policiais, prisões, etc) poderia ser muito mais benéfico à sociedade se encaminhado a iniciativas de educação e cultura.

O pessoal do coletivo Hempresário Crew acha mais ou menos a mesma coisa.

E pra responder ao secretário, fizeram uma canção.

Dê uma sacada sem precisar ser preso por conta disso.

(ivan moraes filho na sua bodega)

clica no link aí embaixo pra ouvir a música (tão boa que o filipeta posta de novo)... é que o blogger tá dando pau pra anexar o player...



http://www.mp3tube.net/musics/Hempresario-Crew-Se-liga-secretario/279003/

canhoto para o cartaz - P T


para quem recebeu (da organização brasileira) o cartaz da marcha mundial, fica a sugestão paulista de como fazer a 'dublagem' das informções locais

28 de mar de 2009

Legalizar maconha não ajuda economia, diz Obama - abril.com

(obama - que jogava de pivô, na época - é o do meio)

do abril.com

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos EUA, Barack Obama, demonstrou na quinta-feira ser contra a legalização da maconha, ao menos como remédio para recuperar a economia norte-americana.


Ele discutiu a questão abertamente, mas quase em tom de piada, em uma conversa online com cidadãos. Disse que essa foi a ideia favorita das 3,6 milhões de pessoas que votaram em mais de 100 mil perguntas submetidas ao site da Casa Branca.

"Devo dizer que houve uma questão que obteve uma colocação bastante alta, sobre se legalizar a maconha melhoraria a economia e a criação de empregos", disse ele, provocando risos no evento da Casa Branca.

"E não sei o que isso diz a respeito da audiência online", acrescentou o presidente, com ar zombeteiro. "Essa foi uma pergunta bastante popular. Queremos ter certeza de que seja respondida."

"A resposta é não, não acho que seja uma boa estratégia para nossa economia crescer", afirmou, antes de passar aos temas mais graves do desemprego e da reforma da saúde pública.

"Obrigado por esclarecer isso", disse Jared Bernstein, economista-chefe da vice-presidência, que atuou como moderador.

Muitos autores de perguntas sugeriram que regulamentar a produção e venda de maconha geraria uma enorme arrecadação fiscal.

Posteriormente, jornalistas perguntaram ao porta-voz Robert Gibbs se Obama, que admitiu em sua autobiografia que experimentou drogas na juventude, estava deixando alguma margem de manobra nessa questão.

"O presidente se opõe à legalização da maconha", disse Gibbs a jornalistas, enfatizando sua seriedade. "Ele não acha que esse seja o plano correto para a América."

Quanto à posição do novo governo sobre o uso medicinal da maconha, ele pediu que o Departamento de Justiça fosse consultado.

Gibbs sugeriu que ativistas pela liberação da maconha tenham mobilizado simpatizantes para mandarem as perguntas relativas ao tema e votarem repetidamente nelas pela Internet.

ex-chefe do gabinete ministerial do peru defende legalização da maconha - ansalatina.com

O ex-chefe do Gabinete Ministerial do Peru Pablo Kuczynski, cotado para se candidatar à presidência nas próximas eleições do país, disse nesta sexta-feira ser favorável à legalização da venda e consumo de maconha. 

Kuczynski afirmou que é preciso ir "mais além" na política antidrogas ao comentar a visita da secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, ao México, ocasião em que anunciou a disposição de Washington em ajudar o país latino-americano na luta contra o narcotráfico.
 

"Acredito que é preciso eliminar problemas. Um dos problemas é a maconha, que absorve enormes esforços policiais e que na realidade deveria ser legalizada", defendeu.
 

De acordo com o Centro de Informação e Educação para a Prevenção do Abuso de Drogas do Peru, a maconha é a droga ilegal mais consumida no país.
 

N
o entanto, o atual governo peruano, do presidente Alan García, adota uma política antidrogas bem diferente da defendida por Kuczynski. Na atual gestão, Lima tem buscado o apoio norte-americano para o combate ostensivo do narcotráfico. 

Washington, por sua vez, tem demonstrado interesse no combate ao tráfico na América Latina. Prova disso são os programas que desenvolve na região, como o Plano Colômbia e a Iniciativa Mérida (programa de segurança assinado entre México e EUA). (ANSA)

27 de mar de 2009

de quem é a culpa? - ervangélico

 Ervangélico - De quem é a culpa?


do blog da marcha da maconha


o hit do beltrame! :D

hemportagem: legalize a liberdade de expressão - pietro



Há exatamente um ano atrás fomos barrados nas ruas, caladas as vozes, e corrompida a nossa liberdade de expressão. Para aqueles que não esquecem tão facilmente uma atrocidade, no dia 2 maio de 2008, a marcha da maconha foi proibida em diversos estados como Bahia, São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, entre muitos outros. O burburinho rendeu prisões e passeatas anti-marcha, fomos enquadrados no Artigo 297º - Instigação pública a um crime –ou vulgarmente dito, Apologia.

Um ano se passou, e estamos aqui novamente lutando pelo direito de se expressar a favor ou contra a atual legislação brasileira, seria isso instigação pública a um crime? Com tudo nos conformes e a marcha pronta para acontecer, começam o mexer de pauzinhos da oposição. O excelentíssimo vereador Geraldo Amorim (PDT) , responsável pela proibição da marcha em João Pessoa, no ano passado, mostra suas garras novamente e deixa claro que fará de tudo para que a marcha não aconteça na capital paraibana.

Um dos participantes do fórum da marcha diz, “Nós da marcha orientamos todos os organizadores de Marchas, que comuniquem a prefeitura sobre o evento. A idéia não é termos conflitos com as autoridades, diga-se POLICIA. Nossa idéia é poder expressar nossas idéias...”

E pra concluir, está na constituição Americana – Todos têm o direito de meter a boca no trombone para mudar as leis que não concordarem estar corretas. Não fique calado. “Get up Stand Up, Stand-up for your right.” Bob Marley


atenção leitor atento do filipeta. clique aqui no fórum da marcha da maconha, acesse o modelo de "habeas corpus preventivo", visite a OAB da sua cidade ou constitua um advogado para formalizá-la. assim o ministério público local não pode impedir a marcha pacífica, ordeira e legal que vamos fazer em todo o Brasil em 2009.

é muito feio ver um vereador desonrar o passado de lutas democráticas históricas - ainda mais sendo de um partido como o PDT, fundado por Leonel Brizola (político que parecia entender a força da mobilização popular) -. que nada, seu geraldo amorim, o filipeta recomenda que o senhor fique em casa no dia da marcha em João Pessoa, porque vai ter um monte de cidadão lutando por revisão de leis na rua. e isso pode lhe incomodar...

#1337 - cyanide and happiness

"cianeto e felicidade" uma praga do mundo dos blogs. esse é o original em inglês. a tradução, a leitora ellen ma-ha pegou daqui!

24 de mar de 2009

sorria, você está sendo fumado - parte 3

lee 'scratch' perry - produtor de dub jamaicano

allen ginsberg, poeta norte-americano - 'vestindo' o cartaz: "maconha é divertida"

snoop doggy dogg - gangsta rapper fazendo apologia constante

e uma mensagem de nossos anunciantes: 

"O número de pessoas mortas pelo consumo de maconha não deve ser ignorado.

 

A cada ano, maconha mata mais de 500.000 pessoas...

 

...a menos que pessoas que usam álcool ou nicotina

 

0 (zero!) é o número de pessoas que morrem por tragar maconha a cada ano

 

Conheça a verdade sobre maconha."

(campanha da norml.org)

sorria, você está sendo fumado - parte 2

exmo. sr. governador do estado da califórnia - u.s.a. - sr. arnold schwarzenegger

sr. robert nesta marley - primeiro pop star do 'terceiro mundo'


sr. yoda - mestre jedi*
*em fotomontagem, óbvio

concurso do filipeta da massa - "sorria, você está sendo fumado!" (gréia de miró da muribeca)

(na foto - enviada por victor zalma -, jerry garcia - do greateful dead - cuidando de manter a cor da ponta dos dedos)

direto ao assunto: conhece alguém orgulhoso de queimar o filme?

envie para o filipetadamassa@gmail.com 
fotos queima-filme de famosos, anônimos, guase famosos e eticéteras em geral
acreditamos que o tabu (e a babilônia) caem juntos com a exposição dessa prática (cada vez mais) comum

como de costume, a publicação será imediata 

23 de mar de 2009

Período de chuvas chega e faz crescer lavouras de maconha no sertão de Pernambuco - o globo

(imagem da revista panamericana de saúde pública)

reportagem de cleide carvalho


O período de chuvas, que vai de abril a junho, não é só de alívio contra a seca no sertão pernambucano. É neste período que os traficantes aproveitam a regularidade das chuvas para formar na caatinga suas plantações sazonais de maconha. Da muda ao pé, com até 1m80 de altura, são cerca de 120 dias. O trabalho é minucioso. Primeiro, é feita a sementeira, onde as mudas se desenvolvem. Quando o ramo verde começa brotar e ganha corpo, é colocado em covas - cada uma com cinco a oito mudas. Assim, nas covas, nascem vários pés de maconha.

Em Pernambuco, a lavoura ilícita do tráfico não só se aproveita da chuva. Também se apodera das águas de irrigação tiradas do Rio São Francisco. Só neste domingo, a Polícia Militar de Pernambuco localizou duas grandes plantações de maconha encravadas em áreas de difícil acesso, de vegetação espinhosa.

Em Inajá, a 365 quilômetros de Recife, no sertão pernambucano, foram achados 6.888 pés de maconha em fase de colheita . O plantio foi feito em três diferentes áreas da Serra Negra, na zona rural da cidade. Quando a polícia militar chegou, ainda na madrugada, nenhum lavrador do tráfico foi localizado.

- É uma região montanhosa, de caatinga, com pedra e espinho. Muitas vezes, cães dão o alarde e eles percebem de longe a chegada da polícia - conta o major da PM José Rosemário Silva de Barros, responsável pela destruição da lavoura de maconha em Inajá, uma das áreas que possui o menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Brasil, a
389 km de Recife, destas que nem imagem aparece no Google Maps.


(leia matéria completa clicando aqui)

vocês falharam - tico santa cruz (o dia)


foto: blogdoronco

Rio - A ONU já admite que falhou. É impossível “um mundo sem drogas”. Depois de dez anos de equivocada atuação de repressão comandada pelos super-heróis do planeta, os Estados Unidos, uma reunião foi feita e o bloco europeu decidiu partir para uma linha de “diminuição de danos”, que o Brasil já adotou de certa forma bem antes, enquanto a parte que cabe ao comando dos americanos continuará com essa política estúpida e falida de “acabar com as drogas”. Isso é tão possível quanto alguém comprovar cientificamente a existência de Deus.


Enquanto os cartolas mundiais fingem pensar numa solução por caminhos que não os levarão a lugar nenhum, o tráfico cresce, o consumo não diminui e o poder de fogo das gangues aumenta e vai deixando o Estado no chinelo.


Não há como analisar o tema sem considerar o contexto mundial. Continuo afirmando que interessa a todos que se alimentam desse rico mercado informal a manutenção da ignorância dos que acreditam que com guerras acabaremos com o desejo humano de usar substâncias psicoativas, principalmente as que a natureza nos oferece.


Em nosso País, o retrato desse fracasso está todos os dias no noticiário. Conflitos eternos entre policiais e traficantes. A última foi a exibição de bandidos dançando com armas em punho. É claro que nossas autoridades responderam imediatamente com a promessa de ação. Mas, por mais boa vontade que exista, não há chance real de conseguir extirpar este problema de nosso convívio com essa política atual. Enquanto ficarmos fingindo que queremos soluções de forma hipócrita, continuaremos nas mãos não só de bandidos, mas de autoridades falidas.


publicado no jornal o dia

22 de mar de 2009

Democrata quer legalização da maconha contra crise - diário do pará e uol

"Com o Estado (da Califórnia) no meio de uma crise histórica, regular e taxar a maconha é simples bom senso." Esta é a opinião do parlamentar democrata Tom Ammiano, de San Francisco, autor do projeto de lei que propõe a legalização do uso recreativo da maconha na Califórnia. As informações são do Uol.

O principal argumento de Ammiano é que o Estado, que enfrenta grave crise econômica - com deficit orçamentário de mais de US$ 40 bilhões - está deixando de cobrar impostos daqueles que cultivam, vendem e consomem a droga.

A proposta deve entrar em discussão na Comissão de Segurança Pública da Assembleia da Califórnia no dia 31 de março e, se aprovada lá, segue para o plenário. A lei cria uma taxa de cerca de US$ 2 para cada grama de maconha comercializada. Os apoiadores da proposta estimam que isso renderá cerca de US$ 1,3 bilhão em novas receitas para um Estado que vem demitindo professores, cortando serviços e fechando repartições por falta de dinheiro. Se a lei for aprovada, a maconha passará a ser regulada de maneira semelhante às bebidas alcoólicas. Na Califórnia, não é permitido beber nas ruas, nas praias ou em qualquer lugar aberto. Os menores de 21 anos - da mesma maneira que com as bebidas - ficariam proibidos de comprar a droga.


(clique para ler a matéria completa)

marcha da maconha - pela extensão dos debates



20 de mar de 2009

Maconha medicinal encontra alívio em mudança política nos EUA - new iórque times

LOS ANGELES - O ar dentro da loja do Grupo de Enfermeiros e Pacientes de Los Angeles exala o aroma da melhor maconha hidropônica, mas o dono, Don Duncan, disse na quinta-feira que consegue respirar aliviado.

Um dia antes, o procurador geral Eric H. Holder Jr. disse que as autoridades federais não tomarão mais ação contra as lojas de maconha medicinal se elas seguirem as leis estaduais e locais.

Ainda que 13 Estados, incluindo a Califórnia, tenham leis que permitem o uso medicinal da maconha, elas não eram reconhecidas pelo governo federal. Uma das duas lojas de Duncan foi alvo, em 2007, de uma patrulha contra a maconha medicinal realizada pela agência antidrogas norte-americana DEA (Drug Enforcement Administration) em Los Angeles durante a gestão Bush.

Duncan, fundador do grupo defensor do uso medicinal da maconha Americans for Safe Access (Americanos pelo Acesso Seguro, em tradução livre), disse que estava em uma reunião com oficiais da cidade na Prefeitura tentando resolver a questão da Proposição 215, que permite o uso medicinal da maconha, quando a patrulha aconteceu.

"Eu recebi uma ligação dizendo que haviam quebrado a janela da frente e arrombado a porta dos fundos", disse Duncan. Desde então, ele tem operado apenas uma loja, com medo de voltar a ser alvo das autoridades federais.

A declaração de Holder de que não autorizará patrulhas em lojas que vendem maconha para fins medicinais parece mudar a política do Departamento de Justiça, pelo menos de maneira retórica, abandonando a tolerância zero da gestão Bush em relação à maconha, que não levava em consideração as leis estaduais. Os defensores da maconha medicinal receberam bem a mudança.

Mas conversas com oficiais da gestão na quinta-feira revelaram contradições dentro do governo sobre o papel da declaração de Holder. O porta-voz do DEA, Garrison Courtney, afirmou que a declaração do procurador-geral indica apenas que as autoridades irão continuar atrás das lojas de maconha que não cumprirem as leis estaduais e federais ao vender para menores, em quantidades excessivas ou ervas compradas de cultivadores não licenciados.

Por SOLOMON MOORE

EUA relaxam repressão a uso de maconha - blogdonoblat

na equipe - que o jornalista chama de obamista - eric holder se destaca desde o álbum de formatura. esse você conhece, nesse você confia!

DEU NA FOLHA DE S.PAULO

EUA relaxam repressão a uso de maconha

do blog do noblat

Por ser um assunto polêmico, a ordem não teve assinatura ou eventos públicos nem entrevista coletiva, mas anteontem o secretário da Justiça de Barack Obama afirmou que o governo dos EUA não mais prenderá produtores, vendedores e consumidores de maconha para fins medicinais em Estados em que a lei autoriza a atividade.

O uso medicinal da erva é liberado hoje em 13 Estados norte-americanos, sendo o principal a Califórnia. Ao mesmo tempo, a produção, a venda e o consumo de maconha são crimes federais. Sob George W. Bush, o Departamento de Justiça autorizava blitze frequentes do DEA, a agência antidrogas, em estabelecimentos que, apesar de obedecerem à lei estadual, infringiam a federal, que se sobrepõe à primeira.

Eric Holder, o secretário obamista, disse na quarta-feira que isso não acontecerá mais. A nova política será "ir atrás das pessoas que violam tanto as leis federais quanto as estaduais e que usam as leis da maconha medicinal como um escudo para atividades que não estão previstas na lei original", disse. "Nosso alvo serão essas organizações e essas pessoas, e isso é consistente com o que foi dito na campanha presidencial."

EUA mudarão políticas de uso de maconha para fins medicinais - terra.com

"é issaí, irmão" - pensava o ilmo. sr. presidente dos estados unidos da america, barack obama 

O procurador-geral dos Estados Unidos, Eric H. Holder Jr., afirmou na quarta-feira que o Departamento de Justiça do país não tem planos para coibir a venda de maconha para usos medicinais que acontece legalmente na Califórnia - e em outros estados americanos. Segundo o site do periódico Los Angeles Times, essa mudança foi aclamada por médicos e civis e foi apontada como uma inovação importante nas políticas sobre controle de drogas no país.

Na declaração, Holder afirmou também que a prioridade da nova administração é a de ir atrás de criminosos e traficantes que violam leis federais e estaduais.

"A política será a de ir atrás de pessoas que violam tanto a lei federal quanto a estadual, na medida em que usam a proteção à produção da maconha para fins medicinais como escudo para atividades que não estão de acordo com a intenção da lei", disse o procurador-geral. "Estas são as organizações, as pessoas, que serão nosso alvo."

Na administração Bush, a distribuição da droga para fins medicinais - mesmo em estados que tinham aprovado leis que permitem essa utilização - era fortemente reprimida.

Nos últimos meses, funcionários da administração Obama indicaram que planejam mudar a abordagem em relação às clínicas que oferecem tratamentos com maconha a pessoas com câncer, dor crônica e outras doenças graves, mas os comentários de Holder ofereceram a mais detalhada explicação para a mudança de prioridades em direção a esse controverso processo.

Civis e médicos ativistas a favor deste uso controlado da maconha acolheram as declarações de Holder como as afirmações mais vigorosas contra a política de "tolerância zero" ao consumo de cannabis por pacientes adotada na administração Bush.

Cultivar, usar e vender maconha para fins médicos é permitido em alguns casos sob as leis da Califórnia. Mas estas ações são totalmente proibidas pelas leis federais. De acordo com o Marijuana Policy Project, uma organização que apóia a legalização da droga, outros estados têm leis semelhantes às da Califórnia.

Nos 13 anos que se passaram desde que eleitores da Califórnia fizeram do Estado um dos primeiros a legalizar maconha para uso medicinal, funcionários federais ganharam inúmeras batalhas jurídicas, incluindo uma em 2001 na qual o Supremo Tribunal dos Estados Unidos manteve o direito destes de perseguir vendedores de maconha inclusive para fins terapêuticos na Califórnia. Mas os apoiadores da utilização da droga para estes fins não desistem de lutar contra essa política - e o anúncio do procurador-geral é a maior vitória até agora.

Redação Terra

18 de mar de 2009

filmes no sacu - quinta, último dia! programação legalize!!

galegow (organizador do cine chinelo no pé), filipetadamassa.blogspot.com e o coletivo marcha da maconha recife

orgulhosamente trazem para você

.................

8 horas de imagens sensacionais ... sensoriais ... e ... digo mais

 

programação

Filmes no sacu

(semana de arte e cultura unicap)

 

2 Sessões

chinelo na marcha da massa

(cine chinelo no pé + filipetadamassa + coletivo marcha da maconha)

 

Começa dia 18 de março às 18 horas no gramado da Unicap (no caminho pra biblioteca) vai até as 22 horas e no dia seguinte tem mais no mesmo horário

 

Traga o seu filme para exibição imediata

E assista às pérolas do movimento que mais cresce no Brasil e no mundo

 

Faça como o ex-presidente da república Fernando Henrique Cardoso, o THC, lute pela liberdade de fumar um na tranqüilidade de seu lar

Assista filmes e fique mais sabido

Encontre a gatinha ou o gatinho entre uma aula e outra

Passe como quem não quer nada

Pise na grama

 

Aproveite que é de grátis

descampo - nob

Curta realizado em trabalho de Telejornalismo da Escola de Comunicação (UFRJ) - 2008

como acabar com a guerra às drogas - the economist [7 a 13 de março de 2009]


(clique para ler o texto na íntegra - em inglês)

17 de mar de 2009

avanço da sensatez - o globo (15/03/2009)

(clique para ler maior...............esses marinho são tudo gente fina... "meu advogado jura")
grampeado do forum do growroom 

16 de mar de 2009

pegadas do movimento - unzinho.com


(capitão presença de HKE...)

Num ato de mobilização iniciado aqui vários blogs colaboraram com um movimento por outro movimento: A Marcha da Maconha. Foi tudo muito rápido (maconheiro é devagar?). Em poucos dias vários blogs reagiram e estamparam em suas páginas em uma ação que estimula e prova uma sinergia no que diz respeito a legalização. Mostramos um poder de reação impressionante.

O resultado>

bodega.blog.br

coletivomatuto.blogspot.com

jecabit

elenaoquispostar

surfandonocaos.blogspot.com

growroom.net

marchadamaconha.org

hempadao

paneladepresson.blogspot.com

romikosz.blogspot.com

filipetadamassa.blogspot.com

Todos nós temos opiniões e nos reservamos ao direito de expressa-las quando e como convier.
Obrigado a todos os participantes. Salve!

(se eu deixei alguém de fora por favor avisem que acrescento)
por vinisius do unzinho.com

15 de mar de 2009

encontro e desencontro: e o maluco sou eu? - hempadao.blogspot.com

balanço do encontro em Viena feito pelo blog hempadao.blogspot.com


Pronto. O rumo histórico baila no ar sobre os seres humanos e repousa no acúmulo do tempo. Impresso nas manchetes de jornais ou em milhões de pixels, todo mundo viu o Fernando Henrique, na cúpula mais legalize dos tempos modernos. Os acontecimentos dão passos assim como vão os nossos movimentos. E fica explícita a onda verde, tomando corpo no boca a boca e quebrando paradigmas no congresso poliglota, global. Nessa reunião da ONU, em Viena, iniciada no dia 11, muitos países levantaram opinião sobre políticas de entorpecentes e só os EUA, Rússia e Índia foram contra as mudanças da política de repressão.

 

Alguns países se mostraram mais audaciosos e entre eles está a Bolívia, com o discurso de Evo Morales justificando sua presença para “lutar pela coca”. O argumento é básico: a agricultura da planta representa grande parte da economia do país. Além disso, a ilegalidade do cultivo, que alimenta tradições e costumes bolivianos, torna o país inimigo da Guerra Global às Drogas. Convicto de seu discurso, Evo foi além e mastigou uma folha de coca durante o pronunciamento. E disse o que muitos já tiveram vontade de dizer: “E agora, serei chamado de dependente e serei levado daqui preso?”, questionou Evo à platéia e ao mundo.


Os ingleses, sempre muito doidos, sugeriram que o Estado gerisse as plantações e distribuições de maconha. Proposta que evidentemente não fez muita fumaça no encontro. Na verdade, não fez fumaça, no encontro não teve fumaça. O documento assinado pela comissão na quinta feira, dia 12, é muito mais careta do que se podia pensar. Esse documento estabelece a posição política que será adotada pela ONU nos próximos dez anos. E o item “Redução de Danos” foi sumariamente cortado da lista, fato que já provocou revolta de diversas entidades de saúde pública mundial. O registro não foi feito em folha de cânhamo e o bom senso ainda não entrou em voga. Mais do que merda, o conservadorismo é uma droga!

 

No campo dos direitos humanos, mais um golpe baixo. As medidas sociais ficaram muito à margem do que se poderia prever depois de tudo que o terceiro mundo produziu em prol de mudanças. No final, a ONU obedeceu, mais uma vez, a voz que fala mais alto. Mas os decadentes Estados Unidos nunca foram muito de respeitar as recomendações das Nações Unidas. De qualquer forma, seria muito otimismo pensar que os futuros quatro anos da história americana sejam capazes de mudar anos de preconceito e conservadorismo. O rumo histórico tá aceso. A onda verde tá no ar. Sem tempo pra repouso, a luta continua. Vamos à marcha!

13 de mar de 2009

comission on narcotic drugs 2009 - ao vivo!

o presidente da bolívia, exmo. sr evo morales toma um chazinho no cofee break das reuniões em Viena. fonte: flickr do evento

para baixar depoimentos em pdf acessar ao vivo! vídeo e áudio (em inglês e nas línguas originais dos representantes de não sei quantos países) clique aqui

12 de mar de 2009

movimento pela marcha - unzinho.com


Temos um encontro marcado com a democracia esse ano.

Em breve vamos marchar juntos com cidades do mundo inteiro em prol da legalização da maconha. É um movimento importantíssimo. Educar, esclarecer, protestar, dialogar e manifestar.

Precisamos de união para conquistar voz ativa.
Precisamos de grana para viabilizar isso tudo.
Precisamos de opiniões, idéias e participações.

VOCÊ PODE AJUDAR!

Neste final de semana (14 ou 15 março) escreva em seu Blog, Twitter, Messenger, Orkut, Facebook, myspace…sua opinião, idéia ou manifesto com o título “MOVIMENTO PELA MARCHA”

Não se esqueça de enviar o link do seu post para queima@unzinho.com

Iremos fazer um post especial com os links dos posts gerados pela galera.

ENVIE ESSE POST PARA AMIGOS, CONHECIDOS E TODOS MAIS QUE PUDER.

Valeu!

(iniciativa do parceiro vinisius, do unzinho.com. o filipeta tb vai reproduzir aqui o post gigante com todas as colaborações na sequência)

11 de mar de 2009

Festa pra Erasto - 13/03 - Olinda - 23h00

(clique para ampliar o belíssimo cartaz de kéops...e vê se vai na festa tb, né?)

10 de mar de 2009

marcha da maconha recife / 2009 - reunião quinta-feira (12/03) - DCE da Unicap - 19 horas

e aí? vamo fazer outra dessa?
(foto: anderson freire / marcha da maconha recife 2008)

Beleza?,

A próxima reunião da marcha da maconha vai ser numa quinta-feira dia 12 de março, às 19 h no DCE da universidade católica de Pernambuco. Nós que acreditamos na importância desta luta, temos que nos organizar, organizar nossa tropa e nos preparar para enfrentar toda carga de preconceitos que permeia este debate. Conversa de mesa de bar é uma coisa boa, mas não vamos conseguir legalizar a maconha apenas com estas conversas. 

O debate sobre uma nova política para os usuários de drogas, está pegando fogo, até FHC que quando era presidente não mudou a política repressiva, esta querendo ser o defensor da mudança de paradigma da política sobre drogas. 

Este convite é para usuários e ex usuários, para quem nunca usou, para todos que acreditam que vitórias como a legalização, so acontecem com muita luta e organização. Por isto se você é a favor de uma política anti proibicionista, participe desta mobilização, socialize este convite. 

Bem, parafraseando o grande Chico "um passo a frente e você não esta mais no mesmo lugar" está na marcha.
 
                                             saudações cannábicas revolucionárias!
                                               
                                                              gojoba se liga!