19 de out de 2008

Eleições 2008 - Rio de janeiroa: maconha X gabeira X paes


RIO - A polêmica sobre a legalização das drogas uniu os dois candidatos a prefeito em torno de pelo menos um ponto durante debate promovido pelo jornal "Folha de São Paulo", na manhã da quinta-feira (16/10), no Cine Odeon, na Cinelândia: os dois afirmaram já ter experimentado maconha. (Leia mais: Paes divulga nota para esclarecer declaração)

- Fumei, traguei e não gostei - disse Paes, que afirmou ter fumado uma vez "quando era muito menino" e criticou qualquer tentativa de legalizar o consumo da droga. - Vi pessoas próximas a mim se perderem na droga. A origem dessa violência toda é a disputa pelo ponto de venda de drogas. A apologia é um mal.

Gabeira, que discute a questão das drogas desde que voltou do exílio e defendeu a legalização a longo prazo, disse que não fuma mais para não desobedecer a lei vigente no país.

- Eu não fumo atualmente. Não é razoável eu desrespeitar a lei no Brasil. Posso ter efeito semelhante ao relaxamento produzido pela droga através da meditação - disse Gabeira, afirmando ser viciado apenas em H2O, fazendo referência à prática diária de natação.

Gabeira discorreu sobre as políticas para drogas executadas por vários países, como a de legalização na Holanda e na Inglaterra e a de repressão nos Estados Unidos. E disse ser considerado "uma referência" nesse debate.

Questionado pelo motivo de ter defendido, no passado, a legalização das drogas e, hoje, a não criminalização do usuário, Gabeira justificou ter colocado em discussão problemas para o futuro:

- No passado, minhas candidaturas eram propagandísticas.


fonte: oglobo.globo.com

3 comentários:

Albergaria disse...

A política fede. Sempre fedeu... Gabeira está tendo uma posicao que condiz com o objetivo dele: chegar no poder. Para isso nao pode se assumir maconheirao das antigas porque infelizmente isso ainda é mal visto pela sociedade... antes, gabeira só tinha votos dos maconheiros e das pessoas que, mesmo nao fumassem, tolerassem ou nao tivessem nenhum problema com a erva. Agora o leque de votos de abre para um ex-doidao... dá uma falsa sensacao de amadurecimento. é uma boa jogada de marketing desatrelar a imagem do gabeira de quem fuma e cheira, como diz o dito popular. Porém pode soar como covardia ou vira-casaca por parte daqueles que sempre foram seu eleitorado. é uma faca de dois gumes e ele precisa tomar cuidado com isso e as pessoas precisam entender como que a politica e a midia funcionam. Eduardo Paes é só mais um almofada com um discurso previsivel e majado sobre as drogas... "fumei, traguei e nao gostei..." azar o dele!!! nao sabe o que perdeu! mas daí pra dizer que as pessoas se perdem com a maconha... é por um atestado de idiota na cabeca de quem ele esta se pronunciando.
Voltando ao Gabeira... política é assim: ou entra na danca ou fica sempre a margem... acho que o Gabeira cansou de ficar pelas pontas e decidiu colocar fogo logo em tudo.

neco tabosa disse...

:D

sei não, sei não...

sei que é extremamente empolgante ver que os passados de maconheiro (dos dois), as contradições das personas públicas e a discussão sobre o ponto em que você pode abandonar antigas bandeiras visando a conquista de um cargo público estão em debate...e isso tudo pode influenciar de fato a decisão sobre o futuro prefeito duma cidade tão maconheira quanto o rio... viva a democracia e os arquivos de entrevistas antigas que o cara pode achar na internet :D:D

sem contar que os anais da hipocrisia maconheira são engrossados diariamente nas defesas dos candidatos fumetas: um só fuma na Holanda, o outro só fuma no passado...

vota jamaica!

Guilhermé disse...

No passado que as candidaturas dele eram propagandistas?HAHAHAHAHAHAHAHA
Muito boa essa... agora é puro conteúdo programático, né? Putz!

Triste capítulo político do meu querido Balneário Decadente... Honrosamente anularei meu voto.